Sites Grátis no Comunidades.net As melhores Plataformas Grátis: Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal
Translate this Page
Enquete
Quantas vezes você já leu um Livro?
1 ou 2
5 ou 6
Leio muito
Nunca li um Livro
Pretendo Ler
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (397 votos)




ONLINE
3





Partilhe esta Página



 


 

 

 

 


Viver Contente
Viver Contente

VIVER CONTENTE

Texto Bíblico: (Filipenses 4.10-13).

 

INTRODUÇÃO

Na ocasião em que escreveu a carta aos Filipenses, Paulo estava preso no porão de sua casa em Roma. Ele ficava acorrentado a um soldado romano 24 horas por dia. Pesava sobre sua cabeça uma sentença de morte. Tinha pouco do que era considerado privilégio, mas, assim mesmo, ele estava contente. Ainda assim, declara estar CONTENTE! “A paz de Deus” (v. 7) e “o Deus da paz” (v. 9) eram realidades óbvias na vida de Paulo.

- Qual era o seu segredo?

- Como viver contente em toda e qualquer situação?

Talvez a gente encontre algumas respostas, analisando as declarações desse homem de Deus:

 

1. APRENDER A APRENDER... - Independência, não indiferença

Paulo aqui quer nos ensinar algumas lições importantes:

A primeira lição é que este estado de espírito não vem por acaso; é o resultado de um longo aprendizado. “Ninguém é tão velho que não possa aprender e nem tão novo que não possa ensinar”.

 

A segunda lição é estar satisfeito sempre. A palavra grega traduzida por “contente” significa “estar satisfeito”, “ter o bastante”. Ela indica independência e desnecessidade de auxílio. Algumas vezes, foi usada para qualificar uma pessoa que se mantinha sem a ajuda de ninguém.

Parafraseando, Paulo estava dizendo: “Aprendi a ficar satisfeito – não propriamente por mim, mas suprido por Cristo”. Não sou mais eu quem vivo, mais Cristo vive em mim”.

 

A terceira liçãoé queCristo e o contentamento andam juntos. Os filósofos do tempo de Paulo tinham uma visão diferente de contentamento. Eles acreditavam que o contentamento era alcançado somente quando alguém chegava ao estágio de total indiferença.

Epíteto expôs como alcançar essa condição elevada:

- Comece com uma xícara ou com um utensílio doméstico. Se ele quebrar, diga: “Não me importo”.

- Depois com um cavalo ou um cão de estimação. Se qualquer coisa acontecer a ele, diga: “Não me importo”.

- Mais adiante com você, se ficar ferido ou machucado, diga: “Não me importo”.

- Por ultimo, ver seus entes mais próximos e queridos sofrerem e morrerem e, ainda assim, você dirá: “Não me importo”.

Assim, se seguindo adiante e se esforçando bastante, você atingirá um estágio em que poderá dizer: “não me importo com nada”.

Essa não é a espécie de contentamento da qual Paulo falava. Quando usou a palavra contente, o apóstolo estava se referindo a algo muito diferente. Obviamente, não era indiferença, pois Paulo era um homem muito compassivo. Jamais poderia assumir uma atitude do tipo “não me importo”.

 

A quarta lição é que enquanto a maioria das pessoas aprende a se tornarem "fechadas", “desconfiadas” e “entristecidas” com as amargas experiências da vida, o Apóstolo Paulo, com estas mesmas experiências, comuns a todos nós, aprendeu o segredo do viver contente.

 

A quinta lição é que ele considerava cada experiência, boa ou ruim, uma excelente oportunidade para aprender a viver.

Será que é isto que nos falta, uma "atitude de aluno", positiva, diante das dificuldades e dos sofrimentos?

 

2. A VIVER CONTENTE...

Dando uma olhadinha mais profunda no texto bíblico, descobrimos que a palavra traduzida como "contente" neste texto bíblico é a palavra grega autarkes ou autokratés, de onde vieram também as nossas palavras Autarquia e Autocrata.

Autarquia significa: Governo autônomo. Administração autônoma que procede sem interferência do poder central; autonomia. Autocrata significa: Soberano absoluto e independente.

O que será que o Apóstolo Paulo queria dizer, ao usar esta palavra, que estava rindo à toa em meio às tempestades? Não! É claro que o sofrimento incomoda.

O que o Apóstolo Paulo estava dizendo é que é possível conservar a serenidade, o controle da situação, a autonomia, independentemente dos problemas que estamos passando. É como se dissesse: Aprendi a manter o controle...

Não foi essa a experiência vivida por Elias quando fugia de Jesabel...

E quanto a nós, já aprendemos essa lição?

 

3. EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO.

É preciso aprender a manter a serenidade em toda e qualquer situação. Na hora da humilhação ou da exaltação. Na hora da fartura ou da fome. Na hora da abundância ou da escassez.

Manter a serenidade pelo maior tempo possível é o grande desafio das pessoas que buscam o caminho do auto-satisfação. São muitas as provações e, por isso, cansamos, nos sentimos fracassados. Às vezes, pensamos em desistir e voltar a ser alienados (perdeu a razão)... Parece ser mais fácil...

A maioria de nós não sabe administrar nem uma situação nem outra. Quando estamos "por baixo", xingamos, reclamamos, sofremos, enchemos o coração de ódio e mágoa. Quando estamos "por cima", esbanjamos e humilhamos quem está "por baixo".

Muitos não são honrados por Deus, porque não teriam o mínimo controle numa situação de fartura e abundância.

Isto se aplica a nós?

 

4. TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE.

Provavelmente você já tenha ouvido este verso bíblico.

As aplicações mais comuns são essas: Tudo posso TER, FAZER, ADQUIRIR, CONQUISTAR, PROSPERAR naquele que me fortalece.

Bem, não é nada disto! O que o Apóstolo disse foi: Tudo posso ADMINISTRAR naquele que me fortalece.

Ele APRENDEU, porque Cristo o fortalecia.

Ele APRENDEU - A VIVER CONTENTE, porque Cristo o fortalecia.

Ele APRENDEU - EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO, porque Cristo o fortalecia.

Em nenhum momento o Apóstolo pretendeu nos ensinar alguma nova filosofia de vida ou uma oração mágica que forçasse as janelas do céu a se abrirem sobre nós. Ele tão somente estava relatando que chegou à maturidade da fé, que lhe dava o controle da situação - fosse ela qual fosse - porque Jesus Cristo o fortalecia.

 

CONCLUSÃO

Combata a ansiedade em sua vida, aplicando o que aprendeu sobre o contentamento. Esteja confiante na providência soberana de Deus, e não permita que as circunstâncias o perturbem.

Em vez de sucumbir diante do pânico, apegue-se à promessa de Romanos 8.28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”. Considere esse versículo um salva-vidas espiritual para o restante de sua vida. Resista à tendência materialista e egoísta da sociedade atual, satisfazendo-se com pouco e preocupando-se mais com o bem-estar espiritual dos outros do que com suas carências materiais.

O cristão como qualquer outro ser humano, pode passar por diversas experiências na vida, da fome à fartura; da humilhação à honra; da escassez à abundância. Mas, é possível aprender a manter a serenidade em qualquer situação.

No entanto, a plenitude deste aprendizado só é possível para aqueles que buscam força em Jesus Cristo. Somente aqueles que estão ligados em Cristo e dispostos a aprender poderão um dia repetir com honestidade as palavras do Apóstolo: APRENDI A VIVER CONTENTE EM TODA E QUALQUER SITUAÇÃO!

 

APLICAÇÃO

Seja obediente à Palavra de Deus e confiante em seu poder, para que todas as suas necessidades sejam supridas. Possa o nosso Senhor manter todos esses princípios bem claros em nossa mente para que possamos viver contentes e livres da ansiedade.