Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Translate this Page
Enquete
Quantas vezes você já leu um Livro?
1 ou 2
5 ou 6
Leio muito
Nunca li um Livro
Pretendo Ler
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (395 votos)




ONLINE
1





Partilhe esta Página



 


 

 

 

 


O Monge e o Escorpião
O Monge e o Escorpião

 O MONGE E O ESCORPIÃO

Texto Bíblico: Romanos 12.2

 

INTRODUÇÃO

Um monge e seus discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, vira um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora, o bichinho o picou e, devido à dor, o monge deixou-o cair novamente no rio. Foi então a margem tomou um ramo de árvore, adiantou-se outra vez acorrer pela margem, entrou no rio, colheu o escorpião e o salvou.

Voltou o monge e juntou-se aos discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cena e ficaram perplexos e penalizados:

- Mestre, você está louco? Isso deve estar doendo muito!

- Sim, está doendo muito!

- Mais então porque foi salvar esse bicho ruim e venenoso que se afogasse? Não seria um a menos!

- Sim, seria!

Então veja mestre como ele respondeu à sua ajuda! Picou a mão que o salvara! Não merecia sua compaixão!

O monge ouviu tranqüilamente os comentários e respondeu: - Ele agiu conforme sua natureza, e eu de acordo com a minha.

 

REFLEXÃO:

Esta parábola nos faz refletir a forma de melhor compreender e aceitar as pessoas com quem nos relacionamos. Dois pontos são muito importantes:

1º - Não podemos e nem temos o direito de mudar o outro, mas podemos melhorar nossas próprias reações e atitudes, sabendo que cada um dá o que tem e o que pode. (“Cada um da o que tem” - William Shakespeare (Séc.XV) – Pensador e Dramaturgo – Romeu e Julieta).

Exemplo: A parábola das duas vizinhas.

Havia duas vizinhas que viviam em pé de guerra. Não podiam se encontrar na rua que era briga na certa.

Depois de um tempo, dona Maria descobriu o verdadeiro valor da amizade e resolveu que iria fazer as pazes com dona Clotilde. Ao se encontrarem na rua, muito humildemente, disse dona Maria:

- Minha querida Clotilde, já estamos nessa desavença há anos e sem nenhum motivo aparente. Estou propondo para você que façamos as pazes e vivamos como duas boas e velhas amigas.

Dona Clotilde, na hora estranhou a atitude da velha rival, e disse que iria pensar no caso. Pelo caminho foi matutando: 'Essa dona Maria não me engana, está querendo me aprontar alguma coisa e eu não vou deixar barato. Vou mandar-lhe um presente para ver sua reação. '

Chegando em casa, preparou uma bela cesta de presentes, cobrindo-a com um lindo papel, mas encheu-a de esterco de vaca.

- Eu adoraria ver a cara da dona Maria ao receber esse 'maravilhoso' presente. Vamos ver se ela vai gostar dessa.

Mandou a empregada levar o presente a casa da rival, com um bilhete: "Aceito sua proposta de paz e para selarmos nosso compromisso, envio-te esse lindo presente."

Dona Maria estranhou o presente, mas não se exaltou.

- Que ela está propondo com isso? Não estamos fazendo as pazes? Bem, deixa pra lá.

Alguns dias depois dona Clotilde atende a porta e recebe uma linda cesta de presentes coberta com um belo papel.

- É a vingança daquela asquerosa da Maria. Que será que ela me aprontou! - pensou dona Clotilde. Qual não foi sua surpresa ao abrir a cesta e ver um lindo arranjo das mais belas flores que podiam existir num jardim, e um cartão com a seguinte mensagem: "Estas flores é o que te ofereço em prova da minha amizade. Foram cultivadas com o esterco que você me enviou e que proporcionou excelente adubo para meu jardim. Afinal, “Cada um dá o que tem em abundância em sua vida."

 

2º - Devemos fazer a nossa parte com muito amor e respeito. Cada qual conforme sua natureza, e não conforme a do outro.

Exemplo: A lenda do Beija-flor.

Houve um incêndio na floresta e enquanto todos os bichos corriam apavorados, um pequeno beija-flor ia do rio para o incêndio levando gotinhas de água em seu bico. O leão, vendo aquilo, perguntou para o beija-flor: “Ô beija-flor, você acha que vai conseguir apagar o incêndio sozinho?” E o beija-flor respondeu: “Eu não sei se vou conseguir, mas estou fazendo a minha parte”.

Os irmãos da igreja primitiva descobriram esse segredo, e cada um contribuía como podia. O resultado está descrito no texto a seguir: Atos 2.41-47.