Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Translate this Page
Enquete
Quantas vezes você já leu um Livro?
1 ou 2
5 ou 6
Leio muito
Nunca li um Livro
Pretendo Ler
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (397 votos)




ONLINE
1





Partilhe esta Página



 


 

 

 

 


Mesa No Desero
Mesa No Desero

MESA NO DESERTO

Texto Bíblico: Salmos 78.19

 

INTRODUÇÃO:

Quando o povo de Deus caminhava no deserto em direção a Canaã, perguntaram várias vezes se seria possível Deus fazer uma mesa no meio do deserto. Por diversas vezes Deus preparou não apenas uma mesa, mas um banquete para eles em meio ao deserto.

O que é um deserto? É um lugar onde não tem nada nem ninguém. Quando nos sentimos sozinhos, pensamos que estamos em meio a um deserto.

Você já se sentiu sozinho como se estive num deserto? Já passou por desertos?

Saiba que o deserto não é lugar de morar, mas pode ser um lugar de passagem temporária. Seu lugar não é no deserto. Você passa por ele e adiante vem a vitória.

É possível ter uma mesa no deserto?Sim. É possível!

O que um viajante do deserto tem de mais necessidade para atravessá-lo com segurança? São basicamente três ingredientes. Abrigo contra calor e frio, água potável e alimento sólido.

Vamos refletir nas palavras deste Salmo e compreender como Deus nos prepara uma mesa no deserto e o que Deus coloca nessa mesa como ingredientes para o nosso bem estar:

 

I - ABRIGO DA NUVEM:Salmos 78.14

O povo de Deus era protegido pelo Senhor que os acompanhava com uma nuvem chamada Shequinah representando a Glória de Deus.

Esta nuvem durante o dia era sombra contra o calor forte do deserto e durante a noite tinha aparência de fogo iluminando e aquecendo o povo contra o frio e escuridão do deserto.

Deixa eu te dizer uma coisa: Quando passamos pelos desertos da vida, pelo sol escaldante, frieza e escuridão, a presença do Senhor nos acompanha.

Ainda que você passe “pelo vale da sombra da morte” (Salmos 23.4) não tenha medo por que “de dia não te molestará o sol nem de noite a lua” (Salmos 121.6).

Dicionário: Significa: incomodar, irritar, assediar, mexer, agredir e ofender etc. Ex: A menina foi molestada pelo professor durante a aula.

Quando você está sozinho, sente queimar ou esfriar seu coração? A glória do Senhor te protegerá!

Abrigo na nuvem: Esse era com certeza um dos ingredientes necessário para atravessar o deserto em segurança.

 

II - ÁGUA DA ROCHA:Salmos 78.15,16

Quando o povo de Deus caminhava pelo deserto sentiram sede e clamaram a Deus que mandou Moisés tocar na rocha de onde fluiu água abundante (Números 20.8).

Também encontraram águas amargas e Deus transformou em água doce (Êxodo 15.23-25).

O calor do deserto te faz sentir muita sede?

Deixa eu te dizer uma coisa: É nesse momento que Jesus, a Água da Vida (João 4.14) pode nos saciar plenamente.

Se você tem sede, Jesus te diz: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 7.37,38).

Se você passar por um deserto, lembre-se que o Senhor promete que se um servo dEle “passar pelo vale árido, Deus fará dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva” (Salmos 84.6). Você pode até passar por um deserto, mas será transformado em um manancial de bênçãos.

Você tem sentido sede? Está insatisfeito? Jesus é a Água da Vida e quer te saciar!

Água potável: Esse era com certeza um dos ingredientes necessário para atravessar o deserto em segurança.

 

III - ALIMENTO DO CÉU:Salmos 78.24-27

Além do abrigo do calor e frio e também a água para saciar a sede no deserto, Deus proveu para seu povo o alimento. Eles comiam pela manhã pão que chovia do céu, conhecido como Maná e à tarde vinham as codornas que eles apanhavam para comer sua carne. Pão no café da manhã e carne no almoço e no jantar.

Deus sempre nos supre com alimento: “Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão” (Salmos 37.25).

No meio do deserto Jesus multiplicou pães duas vezes (Mateus 16.9,10). Cinco pães para cinco mil pessoas (Mateus 14.17-21) e sete pães para 4 mil pessoas (Mateus 17.36-38).

Jesus é o Pão da Vida. Ele disse: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que eu darei pela vida do mundo é a minha carne” (João 6.51).

Vivemos em dias que se cumpre a profecia: “Eis que vêm dias, diz o SENHOR Deus, em que enviarei fome sobre a terra, não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR.” (Amós 8.11).

Neste deserto, o mundo, onde nada satisfaz o ser humano, só Jesus pode alimentar plenamente sua vida.

Exemplo: A crise que estamos vivendo no que tange a homossexualidade!

Você tem sentido falta de alguma coisa? Jesus Cristo é o único que pode te satisfazer!

Alimento do céu: Esse também era com certeza outro ingrediente necessário para atravessar o deserto em segurança.

 

CONCLUSÃO:

Salmos 23.5“Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo e o meu cálice transborda”

Jesus esteve no deserto por quarenta dias e noites. Ali enfrentou o calor e o frio, a fome e a sede - solidão. O inimigo e suas feras o tentaram. Depois de tudo isso “eis que vieram anjos e o serviram” (Mateus 4.11).

Tudo isso Jesus passou para nos ensinar que quando passamos por desertos, podemos ter certezas que depois teremos vitória.

Jesus enfrentou o deserto para nos fortalecer.

Ele sofreu por nós para nos ensinar que não estamos sozinhos.

Conselho: Quanto você estiver se sentindo num deserto, lembre-se que a Presença do Senhor é como um abrigo para você te protegendo do calor e do frio, da sede e da fome.

Jesus te sacia com água da vida. Deus faz fluir água da rocha e chover pão e carne do céu!

O Senhor te sustenta.