Sites Grátis no Comunidades.net Alojamento de Sites e Registo de Domínios
Translate this Page
Enquete
Quantas vezes você já leu um Livro?
1 ou 2
5 ou 6
Leio muito
Nunca li um Livro
Pretendo Ler
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (434 votos)




ONLINE
1





Partilhe esta Página



 


 

 

 

 


COMO RECEBER AS BENÇÃOS DE DEUS
COMO RECEBER AS BENÇÃOS DE DEUS

COMO RECEBER AS BENÇÃOS DE DEUS

"As misericórdias do SENHOR" são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã” (Lm 3.22-23a).

 

Quando Deus criou o ser humano, Ele o criou a sua imagem e semelhança e acima de toda a criação.

O homem é superior a toda a natureza porque Deus o criou assim.

Deus ordenou a Adão que dominasse sobre todas as coisas da terra e desse nome a tudo que existe.

Mas o fato do homem ser superior, não faz dele um deus e nem justifica ele perante Deus.

O homem continua sendo um homem e Deus continua sendo Deus”.

Quando Adão e Eva ainda não havia pecado, eles eram a imagem e semelhança de Deus. “Imagem é a reprodução de uma realidade”.

Exemplo:Quando você chega diante de um espelho, ali está a sua imagem, mas sua imagem não é você.   No momento em que você sair da frente do espelho, desaparece a imagem que estava no espelho.

Assim foi com Deus e o homem. O homem era a imagem, a projeção de Deus, mas, no momento em que Deus saiu da vida do homem, a imagem de Deus desapareceu.

A Bíblia nos ensina que, embora o homem seja feito a imagem e semelhança de Deus, ele não é um deus. Portanto não tem condições de argüir perante Deus.

Jó tentou discutir com Deus e Deus começou a fazer-lhe algumas perguntas:

- “Onde tu estavas, Jó, quando eu criei o mundo? Quando eu estendi os céus? Tu és apenas um homem, Jó!”

O ser humano tem a tendência de se sentir superior e essa tendência é insuflada por Satanás, porque um dia ele também quis ser igual a Deus. O diabo coloca essa ambição no coração do ser humano, para que ele ache que tem algum direito perante Deus. (Ver Salmos 57

Mas a Bíblia nos ensina que “As misericórdias do Senhor são a causa de nós não sermos consumidos”.

        A seguir veremos apenas dois exemplos:

I – NAAMÃ – II Reis 5.1-14

        Qualidades inerentes de Naamã: Comandante do exercito Sírio; Grande e respeitado homem; Usado por Deus para livra os Sírios; Varão valoroso; Herói de guerra; porém leproso...

 

        Naamã só recebeu a bênção, quando reconheceu o processo usado por Deus, para a concretização da sua cura.

O que precisamos compreender é que se não descermos da nossa posição, então também não há necessidade de descermos ao Jordão, pois no Jordão não somos ninguém, somos apenas um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Ap.3:17, que carece da graça do Senhor.

- Eis aqui um segredo valioso para recebermos a bênção de Deus: Precisamos hoje, obedecer ao processo de Deus, para que às bênçãos, venha fluir (manifestar) em nossas vidas, famílias, casamentos, negócios, ministérios e outros muitos. Vale a pena sacrificarmos a nossa posição (vontade), pela vontade de Deus, para que tenhamos às bênçãos.

 

II – O LADRÃO DA CRUZ

A pergunta é: Quem foi abençoado no Calvário?

Diante do Calvário havia cinco tipos de pessoas:

- O primeiro grupo era representado pelo malfeitor que blasfemou de Jesus. É o grupo de pessoas que afronta, não compreende a grandiosidade de Deus e querem igualar-se a Ele.

- O segundo grupo era representado pela multidão que, curiosas, chocaram-se com a visão do Calvário. Diz a Bíblia que elas, batendo no peito, desceram o monte gritando e se lamentando. O desespero tomou conta daquelas pessoas porque não compreendiam aquilo que viam.

- O terceiro grupo foi representado pelos seguidores de Jesus. Segundo Lucas, aqueles que o seguiam desde a Galiléia. Eles tinham acompanhado Jesus todos os dias, também nas horas difíceis e amargas. Diz a Bíblia que eles estavam no Calvário e, de longe, contemplavam aquela cena.

- O quarto grupo era representado pelo centurião romano (Centurião na hierarquia militar romana era o sexto na cadeia de comando numa legião) que comandava aquele grupo de soldados que tinha ido crucificar a Jesus. Quando ele viu a morte do Senhor Jesus e todos os sinais que aconteceram na natureza, ergueu a sua voz, deu glórias a Deus e disse: “Verdadeiramente esse era um justo”.

- Mas o quinto grupo, era representado por apenas uma pessoa. Era um dos malfeitores crucificado ao lado de Jesus. Quando o outro malfeitor zombou do Senhor, este olhou para o seu companheiro e falou: “Tu não sabes o que está dizendo. Nós estamos aqui porque merecemos, mas esse aí do meio não fez mal nenhum”.

Diante desses cinco tipos de pessoas, quem, perante a ótica humana mereceria ser abençoado ali no Calvário?

Poderíamos desde logo descartar o malfeitor que blasfemou de Jesus e a multidão, aqueles que, embora se compadecessem de Jesus, foram embora.

Bem, então talvez o centurião merecesse receber a bênção do Calvário, porque ele deu glórias a Deus, ou, quem sabe, os seguidores de Jesus, porque eles o acompanharam durante três anos, mesmo nas horas mais difíceis.

Mas a Bíblia mostra que nenhum desses recebeu a bênção do Calvário.

- Quem recebeu a bênção do Calvário? O malfeitor arrependido.

Isso parece estranho. Enquanto os discípulos estavam seguindo a Jesus, ele estava praticando crimes e fazendo coisas erradas, mas naquela hora do Calvário, ele confessou a sua miséria, reconheceu que não tinha bem nenhum e que merecia estar na cruz. Olha para Jesus e clama por misericórdia: “Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino”. Esse recebe o olhar meigo, penetrante e poderoso de Jesus e ouve o Senhor dizer: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso”.

Deixa eu te dizer uma coisa: Talvez você não compreenda isso. Eu também não. Porque as misericórdias do Senhor são tão altas que não podemos compreender.

- Eis aqui o segredo para receber a bênção de Deus:

1º - É quando reconhecemos que estamos aqui por misericórdia e que só podemos receber a bênção de Deus por misericórdia.

2º - É Quando reconhecemos que nós quando outrora andávamos de “peito estufado”, apontando o erro dos outros, reconhecemos que somos tão maus como aqueles cujos erros apontávamos.

Se os irmãos que seguiam a Jesus naquela sexta-feira tivessem se aproximado da cruz e falado: “Jesus, embora estejamos há três anos contigo, não somos mais que esses dois malfeitores, mas nós clamamos pela tua misericórdia”. Então, certamente, alguma coisa eles levariam do Calvário. Mas não fizeram isso. O que eles levaram do Calvário foi apenas medo e decepção. Uns foram pescar, outros voltaram para as suas casas. Eles se dispersaram. Nenhum saiu abençoado. Eles mereceriam a bênção pela ótica humana. Mas, quando Deus olha para a nossa justiça, o profeta Isaias diz que Ele a vê “...como um trapo de imundícia(é como era chamado os panos que as mulheres da época usavam para conter o fluxo menstrual) diante dEle”. (Is. 64.6).

Deus quer que reconheçamos que a sua misericórdia é a causa de não sermos... Essa é uma das razões pela qual somos abençoados por Ele.

- Confie na misericórdia do Senhor e descanse em Suas mãos.

- Reconheça que você não é nada e humilhe-se na sua presença. A Bíblia diz que Deus encerrou todos debaixo da maldição, para com todos usar de misericórdia (bondade, compaixão).

Sabe por que muitos não são abençoados? Porque dizem que não merecem. E eu digo, não merecem mesmo!

Outros acham que o seu passado de erros justifica o seu sofrimento atual. E realmente, eu acho que eles merecem sofrer mesmo!

 

Mas há uma boa notícia, Deus quer estender a Sua misericórdia sobre mim e você.

Deus quer dizer a mim e a você que nos achamos especialistas em achar o erro dos outros, que somos tão errados quanto eles.

Tanto nós quanto eles, se não fosse a misericórdia de Deus já estariam consumidos.

A Bíblia diz que a salvação não é por obras para que ninguém se glorie. Mas é pela fé na Sua misericórdia.

 

Finalizando quero fazer uma pergunta:

- Você merece receber a bênção do Senhor?

- Se você acha que não merece, então você está pronto para recebê-la.